Bispos católicos assinam comunicado para a comunidade LGBTI+: “Deus ama vocês

Bispos católicos através da Tyler Clementi Foundation, uma instituição de caridade comprometida em proteger os jovens LGBT+ que sofrerem bullying nos Estado Unidos, assinaram um comunicado se solidarizando com a comunidade - Imagem: Reprodução

Nesta segunda-feira (25 de janeiro), bispos católicos através da Tyler Clementi Foundation, uma instituição de caridade comprometida em proteger os jovens LGBT+ que sofrerem bullying nos Estado Unidos, assinaram um comunicado se solidarizando com a comunidade.

Como vemos nos evangelhos, Jesus Cristo ensinou amor, misericórdia e boas vindas para todas as pessoas, especialmente aquelas que se sentiram perseguidas ou marginalizadas de qualquer forma; e o catecismo da Igreja Católica ensina que as pessoas LGBT+ devem ser tratadas com ‘respeito, compaixão e sensibilidade” , pedem os líderes religiosos no comunicado.

O comunicado prossegue, afirmando que a Igreja Católica não tolera violência ou perseguição contra os homossexuais. “A Igreja Católica valoriza a dignidade concebida por Deus de todas as vidas e nós pegamos essa oportunidade para dizer aos nossos amigos LGBT, especialmente os mais jovens, que nós permanecemos com vocês e nos opomos a qualquer forma de violência, bullying ou assédio dirigido a vocês. Acima de tudo, saiba que Deus criou você, Deus ama você e Deus está ao seu lado” – conclui o comunicado, divulgado pela Pink News.

Para Jane Clementi, co-fundadora da Tyler Clementi Foundation, a Igreja Católica está dando grandes passos para a inclusão de homossexuais em seu ambiente de aceitação. “É um excelente começo. Estou muito grata aos bispos católicos que assinaram a declaração e corajosamente colocaram suas vozes em um esforço para mostrar o amor de Deus se opondo a qualquer forma de violência, assédio ou bullying contra pessoas mais vulneráveis entre nós. Com esse comunicado inovador, estes bispos estão dizendo que todos são filhos de Deus, incluindo nossos irmãos LGBT+, que merecem carinho, respeito e compaixão” – disse Clementi.

Vale lembrar que a Tyler Clementi Foundation é uma instituição em homenagem ao filho de Jane, que se suicidou ao saltar de uma ponte, após um ex-colega da Universidade Rutgers expor que Tyler estava tendo um encontro secreto com um homem.

Bear Plus Magazine