Ministra Damares não gastou nada dos R$ 4,5 milhões orçados para políticas LGBTQ+

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves (na foto) não gastou nenhum centavos para invistir nos projetos em prol dos LGBTI+ no ano passado - Imagem: Reprodução

Nesta semana, foi divulgado que o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, presidido pela Ministra Damares, não gastou nenhum centavo dos R$ 4,5 milhões orçados para a Diretoria de Políticas de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT em 2020.

Os dados foram divulgados pelo jornalista Guilherme Amado, da revista Época, por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), onde os dados se referem ao período de 1º de janeiro de 2020 até 7 de dezembro. Ainda de acordo com a Guilherme Amado, no ano de 2019, a pasta de Damares Alves usou R$ 111,6 mil de um orçamento de R$ 2,6 milhões — ou seja, apenas 4,3% do valor que poderia ser usado para os Direitos LGBTs.

Entretanto, a Secretaria Nacional de Proteção Global, que abarca a Diretoria LGBT, só pagou R$ 8,5 milhões dos R$ 40,3 milhões orçados em 2020. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos não se posicionou até o momento, sobre os dados divulgados pela Época.

Vale ressaltar que recentemente, a Ministra Damares foi comparada pelos internautas com a personagem Paulinha, da novela Mulheres Apaixonadas.

Bear Plus Magazine