Blogs

“O Grande Circo Místico” é escolhido para representar o Brasil na corrida ao Oscar

“O Grande Circo Místico“, filme de Cacá Diegues, foi o escolhido pela Academia Brasileira de Cinema para representar o país na disputa por uma indicação ao Oscar 2019 de melhor filme estrangeiro. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (11) durante um encontro com jornalistas na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

Após 12 anos de jejum na direção, o alagoano Diegues adapta o poema “O Grande Circo Místico” do escritor conterrâneo Jorge de Lima (1893-1953), sobre as desventuras dos membros de uma companhia circense. O mesmo texto já havia inspirado, no início dos anos 1980, o espetáculo de dança de Naum Alves de Souza e um álbum musical homônimo de Chico Buarque e Edu Lobo. Algumas canções famosas da dupla, como “Beatriz”, “A História de Lily Braun” e “Ciranda da Bailarina”, foram incorporadas ao longa.

Com amor, Simon...

O que vem tornando “Com amor Simon” um pequeno sucesso nos Estados Unidos ( e talvez não será tanto no Brasil) é o que posso chamar de “efeito Me chama pelo seu nome”. Explico: Este foi um filme que conseguiu mostrar para uma grande quantidade do público de cinema, independente de seu gênero, que sentimentos verdadeiros (e bem contados) são indiferentes ao gênero. Amor é amor, e seus caminhos são os mesmos. E “Com amor, Simon” essa questão é novamente bem apresentada, só que agora em uma romance teen daqueles que são sempre bem vindos.

FIQ – Festival Internacional de quadrinhos

Woof ursada! Tempão que não escrevo para vocês, hein?! Já estava com saudades! O ursinho nerd/geek de vocês voltou e com muitas novidades! É só acompanhar a coluna! Segue aí!

Entre o final de maio e início de junho rolou em Belo Horizonte o FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos)! A “terra do pão de queijo” recebeu quadrinistas, ilustradores e roteiristas de diversas partes do brasil e do mundo!